30 outubro, 2012

A Mesma Mente Que Nos Protege Nos Delata

FORMAÇÃO REATIVA Um dos estudos mais fascinantes da Psicanálise constitui, sem dúvida, os chamados "mecanismos de defesa". Todos nós possuímos mecanismos de defesa, que utilizamos, diariamente, para nos proteger de estímulos internos (provindos de nós mesmos) ou de estímulos externos (provindos do meio externo ou de outras pessoas).
Na verdade, todo mecanismo de defesa é uma "tática" que o nosso inconsciente utiliza para manipular alguma coisa que irá nos ofender, nos magoar ou nos ferir. Utilizamos "inconscientemente" o mecanismos de defesa e saímos "ilesos" da situação traumática.
Os mais conhecidos são:a negação, a regressão, a projeção e a sublimação, entre outros. Todos eles são utilizados com a mesma finalidade: Proteger o indivíduo contra a ansiedade.
UM MECANISMO DE DEFESA ESPECIALMENTE IMPORTANTE
Desejamos, agora, abordar um mecanismo de defesa não muito conhecido pelas pessoas em geral, mas que se reveste, devido à sua ação, de especial importância. Refererimo-nos à Formação Reativa.
Na Formação Reativa, protegemo-nos da ansiedade, manipulando uma percepção interna, transformando, equivocadamente, um sentimento em seu oposto. Com muita frequência, transformamos amor em agressão; ou agressão em amor.
A HISTÓRIA DE BEETHOVEN
Uma história conhecida, que ilustra o que dissemos acima, é a do famoso compositor Beethoven. O episódio envolveu Karl, sobrinho de Beethoven, e a sua cunhada Johana, mãe do Karl. O compositor desenvolveu um ódio extremamente irracional por Johana e uma firme convicção de que era o seu dever resgatar Karl de sua influência.
Hoje se cogita, com convincente razão de que, na verdade, o ódio de Beethoven camuflava uma intensa atração passional que ele nutria por Johana. Beethoven utilizou-se, para se proteger, de uma Formação Reativa.
É IMPORTANTE SABER ISSO?
Obviamente, é muito importante conhecer o funcionamento desse mecanismo de defesa para entendermos, muitas vezes, o que está subjacente àquilo que ouvimos, vimos ou presenciamos.
Vamos a alguns exemplos, que podem estar presentes em nossa vida cotidiana. Se o pastor de determinada igreja faz um sermão no qual condena a sensualidade e a pornografia, ele está fazendo aquilo que é inerente à sua função de cuidar de seu rebanho.
Mas, se esse mesmo pastor demonstra obssessão por pregar sempre contra a sensualidade e a pornografia, muito provavelmente ele é que está sendo alvo dessas tentações e deve estar seduzido por elas.
Um outro exemplo: aquele televangelista que está continuamente apontando na TV os "críticos de mau caráter" pode, simplesmente, estar demonstrando que o "crítico mau caráter" é ele mesmo.
Vemos, pelo que aqui foi exposto que o nosso cérebro e a nossa mente são como uma faca de dois gumes. Eles, com toda certeza, nos protegem. Mas podem, também, nos delatar.
Tony Ayres

14 comentários:

  1. Caro Tony


    Lúcido, conciso e substancioso ensaio. Que os nossos líderes possam refletir sem parcialidade sobre as verdades incontestáveis que estão no teu texto.

    Que esse alerta repercuta favoravelmente entre os nossos pregadores e pastores.


    Um forte abraço,

    Levi B. Santos

    ResponderExcluir
  2. Caro Levi

    Sua visita aqui sempre é bem-vinda, meu amigo. Tomara que não apenas os nossos pastores e pregadores, mas também os membros de nossas igrejas possam estar atentos a essa verdade tão simples, mas tão importante.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Olá Ayres,
    Muito interessante... Gostaria de saber a melhor forma de percebermos em nós quando estamos usando este mecanismo negativamente. E como é o processo de regressão.

    Tentei falar com você, mas não consigo...
    Abraço. E que Deus continue abençoando-nos através da sua vida e saber.

    ResponderExcluir
  5. Prezada Guiomar Barba

    A melhor forma de se perceber é, em primeiro lugar, saber como o mecanismo age. Isso você ficou sabendo pela postagem. Em segundo lugar, você precisa estar atenta às pessoas que convivem ao seu redor, pois elas serão os "espelhos" que lhe mostrarão suas "atitudes inconscientes" negativas.

    Em Cristo

    O mecanismo de defesa chamado de REGRESSÃO é aquele em que, a pessoa, para se proteger, regride a um estágio anterior de sua vida, via de regra, um estágio infantil.

    ResponderExcluir
  6. Querido amigo,
    Mais uma vez saio daqui edificada.
    A gente se surpreende vez por outra com certas obsessões de alguns “líderes”. Mas nunca tinha lido algo que me esclarecesse tanto como o seu texto...
    Esse seu jeito peculiar educado fez-me refletir bastante; até as minhas próprias atitudes...

    Como escreveu o Levi a cima: “Que esse alerta repercuta favoravelmente entre os nossos pregadores e pastores”.

    Que Deus te abençoe, muitíssimo!
    MC

    ResponderExcluir
  7. Querida Amiga

    Que bom saber que aquilo que escrevemos serve para a edificação de alguns.E, que bom contar com o seu comentário tão transparente mais uma vez, aqui.

    Grato pelo seu compartilhar.

    Que o Senhor a abençoe copiosamente em seu lar, em seu trabalho e em seus estudos!

    Em Cristo.

    ResponderExcluir
  8. tenho formação reativa o que fazer ?

    ResponderExcluir
  9. Preciso de ajuda...

    Deyvi Leandro 81131601

    Fui expulso da igreja por ser gay e ter me envolvido bom o sobrinho do pastor. Ajuda...

    ResponderExcluir
  10. Tony, Obrigado pelas verdades que nos ensina. Abcs

    ResponderExcluir
  11. VISITANDOLES NUEVAMENTE DESDE EL SALVADOR CENTROAMERICA, DESDE MI BLOG www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com
    RECIBAN MUCHISIMAS BENDICIONES

    ResponderExcluir
  12. Tony,
    seria possível você fornecer o seu e-mail profissional?
    Gostaria de compartilhar algumas ansiedades quanto a terapia versus sua fé.
    Aguardo contato.

    RDL

    ResponderExcluir
  13. Tony, você tem planos de continuar postando no blog? Gostei muito dos seus textos!

    ResponderExcluir
  14. Ao passar pela net encontrei o seu blog, estive a ler algumas coisas e posso dizer que é um blog fantástico,
    com um bom conteúdo, dou-lhe os meus parabéns.
    Se desejar fazer parte de meus amigos virtuais esteja à vontade, decerto que irei retribuir seguindo também o seu blog.
    Sou António Batalha, do Peregrino E Servo.

    ResponderExcluir

Seu comentário será exibido após examinado pela moderação.